LANGUAGE / IDIOMA / LANGUE
 
OFERTA ESPECIAL
CIRCUITOS E SAFARIS
SELF-DRIVE / AO SEU RITMO
VIAGENS À SUA MEDIDA
PRESENTAÇAO DO PAÍS
ZONAS DE INTERESSE
VIAJES TEMÀTICAS
ATIVIDADES DE AVENTURA
   
 
 

APRESENTAÇÃO DO PAÍS- ÁFRICA DO SUL

INTRODUÇÃO

Depois de vários anos de isolamento, o mundo tem vindo à descobrir os outros lados de África do Sul para alem da sua politica e dos seus minerais e ouro.

A beleza natural da suas paisagens, a sua mistura de culturas, os seus bons vinhos e cozinha deliciosa encantam qualquer um dos seus visitantes.

As oportunidades para observar a sua flora e fauna abundante em condições de alojamento confortáveis, ou de luxo se preferir, são muito variadas. É um destino ideal para quem estiver interessado em ecoturismo com os seus 3,000 km de litoral, com praias de areia branca, montanhas, savanas, desertos, florestas e atividades de aventura.

Poderá encontrar cidades sofisticadas e tecnologia do século XXI, bem como aldeia remotas onde o tempo parece ter parado. A sua diversidade cultural é única no planeta, tendo acolhido descendentes europeus, misturados com tradições e lendas de África e o misticismo do Oriente.

TRANSPORTE

Existem 60 companhias aéreas internacionais oferecendo vôos ligando África do Sul para o resto do mundo, muitos voos domésticos e regionais entre as suas cidades principais. A África do Sul tem tambem uma rede de estradas excelentes, garantir-lhe uma viagem confortável e despreocupada. Além de voos regulares, existem vários serviços de “charter” que podem oferecer vôos directos até os lodges privados de Sabi Sand, Timbavati, Madikwe, etc.

É tambem possível atravessar a África do Sul em tren de luxo (como “Blue Train”e “Rovos Rail”), viajando de uma maneira elegante e muito confortável, garantindo uma experiência inesquecível.

Em geral, os táxis não são facilmente disponíveis na rua. Se encontrar um, certifique-se sempre que se trata de um taxi registado e que o contador começa no zero.

Os nossos circuitos são realizados em veículos confortáveis com ar condicionado.


GEOGRAFIA

A África do Sul está localizada no extremo sul do Continente Africano. O seu territorio está dividido em 9 províncias cobrindo uma área de 1.219.099 km2 (duas vezes o tamanho de França).

A sua costa estende-se sobre mais de 2,945 km que vai das águas frias do Oceano Atlântico no Oeste até as águas mornas do Oceano Índico à Leste. As praias de areia branca são rodeadas por florestas subtropicais e semi-desérticas na zona ocidental.

GOVERNO E POLÍTICA

O Governo de África do Sul segue um sistema parlamentar influenciado pelo sistema britânico. No entanto, este sistema é diferente dos outros países da Commonwealth.

O Presidente da África do Sul é o chefe de Estado (Head of State) e Chefe de Governo (Head of Government). Ele é eleito pelo Parlamento bicameral, que consiste na Assembleia Nacional (National Assembly) e no Conselho Nacional das Províncias (National Council of Provinces). Em prática, o Presidente é o chefe do Partido com maioria no Parlamento.

A Assembleia Nacional tem 400 membros eleitos por um sistema eleitoral proporcional. O Conselho Nacional de Províncias é composto por 90 membros representando cada uma das nove províncias da África do Sul.

Cada província tem uma legislatura provincial e um Conselho Executivo representado pelo seu “Premier”.


POVOS

Uma das grandes formas de riqueza de África do Sul está na sua diversidade cultural, com pelo menos 20 etnias, 11 línguas oficiais, incluindo duas línguas de origem européia (o inglês e o africâner). O Inglês é a língua comum entre todos os sul-africanos. O Africâner (derivado do holandês) é usado pelo “Boers” e os “Coloured”. As outras línguas oficiais são o Ndebele, Sotho do Sul, Sotho do Norte, Tswana, Suázi, Tsonga, Venda, Xhosa e Zulu.

Os 20 grupos étnicos e sua diversidade cultural tem enriquecido a música, arte e gastronomia do país tornando a sua sociedade muito criativa. O artesanato e os itens de decoração são verdadeiramente únicos.

A religião predominante é o Cristianismo. Mas são também praticados algumas religiões tradicionais, o Islamismo e o Hinduísmo. Todas as religiões são praticadas num ambiente de tolerância exemplar.

No início do século XXI, a população de Africa do Sul era de 45 milhões de habitantes, compostos em 75% por população preta, 14% por população branca, 9% por população “Coloured” (metisses) e 2% por população de origem asiática.


ECONOMIA

A África do Sul é a maior força económica do continente Africano, responsável por 28% do PIB do continente Africano. O país domina tambem em termos de infra-estrutura, no sector financeiro e no seu sistema bancário que está entre os 10 mais sofisticados no mundo. A Indústria e setores de finanças modernas são baseadas em centrais de energia, redes rodoviárias avançado e um sistema sofisticado de telecomunicações.

Desde o início do regime democrático em 1994, o Governo tomou um programa de medidas para reduzir a inflação, o défice orçamental, os impostos, as taxas de juros e o desemprego.

O Governo tenta ao mesmo tempo aumentar o investimento e o seu PIB. Esta política tem tido grande sucesso em alguns aspectos, mas o aumento do PIB continua lento e os investimento estrangeiros são ainda hesitantes.

Atualmente, o alto custo dos transportes, da mão de obra e a comunicação desanimaram os investimentos estrangeiros.

A economia sul-africana estava baseada durante vários anos apenas no setor de mineração e no sector agrícolo. Hoje em día, o sector indústrial e financeiro são os corredores da frente contribuindo duas vezes mais para o PIB do que o sector mineração. No entanto, a riqueza mineral do país é ainda de importância vital para sua economia e responsável por 30% dos lucros estrangeiros.


HISTÓRIA

A região da África do Sul é considerado o berço da civilização por muitos dos cientistas. Os fósseis encontrados nas cavernas de Kromdraai e de Sterkfontein comprovam que os ancestres do Homo Sapiens viveu nesta zona à mais de 3 milhões de anos atrás.

Até os anos 1,000 DC, a África do Sul era povoada por grupos espalhados de caçadores-coletores chamados os khoisan da idade da pedra.

Os pastores de gado e agricultores Bantu, descendente da África Central, fixaram-se permanentemente na região nos anos 1200 DC. Este povo mais avançado expulsaram os khoisan mais antigos.

Quando os primeiros colonos europeus chegaram à Cidade do cabo, encontraram o povo Khoisan. Não querendo submeter-se a dominação Europeia nem Bantu, o povo Khoisan emigrarou para o árido deserto de Kalahari e Namíbia.

1488 - O navegador Português Bartholomeu Dias contornou o Cabo da Boa Esperanza pela primeira vez e abre uma nova rota marítima entre a Europa e o Oriente.

1652 – O holandês Jan van Riebeck estabelece uma estação permanente de abastecimento para o Cabo da Boa Esperança para a Companhia Hollandesa das Índias Orientais “Dutch East India Company “ marcando a chegada dos primeiros colonos brancos.

1910 - Estabelecimento da União da África do Sul “Union South Africa”

1948 - O Partido Nacional venceu as eleições gerais e implementa leis racistas estrictas, conhecidas como a política do Apartheid. O país é segregado agora em linhas raciais.

Os movimentos Anti-Apartheid, em particular o Congresso Nacional Africano (ANC), começaram campanhas de resistência, greves e sabotagem para responder à política de opressão.

1990 - O governo do Partido Nacional levanta o embargo sobre a “ANC” e as outras organizações políticas da esquerda e liberta Nelson Mandela, após 27 anos em prisão.
As leis do Apartheid são então abolidas.

1994 - O país celebra as primeiras eleições multirraciais. O partido ANC vence a maioria. Nelson Mandela é eleito Presidente.


FAUNA
A África do Sul acolhe cerca de 5,8% (300 espécies) dos mamíferos do mundo. incluindo os três maiores mamiferos (elefantes, rinocerontes e hipopótamos), o mais elevado (a girafa), o mais rápido (a chita) e o mais pequeno (o musaranho pigmeu).

Os animais são protegidos em 30 parques nacionais e numerosas reservas privadas. Como resultado, o país protege a última significativa população do rinoceronte preto e branco do mundo. É tambem o melhor lugar para ver o famosos "big five" (leão, búfalo, leopardo, elefante e rinoceronte). As reservas situam-se em vários diferentes habitats que variam entre dunas do deserto e florestas subtropicais. O Kruger National Park acolhe mais especies selvagens do que qualquer outro parque em África.

FLORA
A riqueza floral da África do Sul representa 10% (22.000) das espécies do mundo, mais do que nos Estados Unidos de Ámerica que é 7 vezes maior. A mistura de climas tropicais e temperados produz 5 tipos de habitat differentes. O Fynbos de Western Cape (Cabo Ocidental) é reconhecido como um dos seis reinos florais do mundo, e tamanho e em riqueza de especies diferentes com 8.600 espécies, que inclui a família da Protea (Ver Viagens temáticas).

OBSERVAÇÃO DE AVES
Com mais de 900 espécies de aves, a África do Sul é realmente um paraíso para a observação de aves. Mais da metade está no Parque Nacional Kruger. Um número impressionante de aves também vive nas montanhas de Drakensberg e na Reserva do Cabo. 8% das espécies do mundo vivem em África do Sul (Ver Viagens Temáticas).